Site da rede
Artistasgauchos.com.br
artistasgauchos.com.br

Um Certo Capitão Verissimo

> APRESENTAÇÃO e SINOPSE
> FICHA TÉCNICA
> CRÍTICA
> BREVES CURRÍCULOS
> NECESSIDADES TÉCNICAS
> FOTOS
> DEPOIMENTOS DO PÚBLICO
> MATÉRIAS PUBLICADAS


APRESENTAÇÃO E SINOPSE

Um Certo Capitão Verissimo, é uma transcriação teatral do vasto universo do escritor Erico Verissimo. Lírico, cômico, musical e épico, o espetáculo traz uma composição de fragmentos de textos literários, depoimentos, poemas e discursos, personagens vindos do continente e do mundo dos mortos, que se misturam entre falas, diálogos, sombras, músicas e imagens em uma livre poética cênica.

Um Certo Capitão Verissimo é um convite a um mergulho na filosofia de Erico Verissimo. Um espetáculo que diverte, encanta e emociona ao mesmo tempo que provoca questionamentos sobre questões cruciais da nossa época.

A peça estreou em dezembro de 2012, no Auditório Barbosa Lessa, dentro das comemorações dos dez anos do Centro Cultural CEEE Erico Verissimo em Porto Alegre/RS.

“Se naquele instante caísse na Terra um habitante de Marte, havia de ficar embasbacado ao verificar que num dia tão maravilhosamente belo e macio, de sol tão dourado, os homens em sua maioria estavam metidos em escritórios, oficinas, fábricas... E se perguntasse a qualquer um deles `Homem, por que trabalhas com tanta fúria durante todas as horas de sol?` - ouviria esta resposta singular: `Para ganhar a vida`. E no entanto a vida estava ali a se oferecer toda, numa gratuidade milagrosa.”
Erico Verissimo

DURAÇÃO DO ESPETÁCULO: 60 minutos

CLASSIFICAÇÃO ETÁRIA: 10 anos

 

 

FICHA TÉCNICA
Textos - Erico Verissimo
Roteiro - Paulo Mauro e Companhia de Solos & Bem Acompanhados
Concepção - Deborah Finocchiaro e Paulo Mauro
Direção - Paulo Mauro
Atuação - Deborah Finocchiaro, Elaine Regina, Leandro Roos Pires, Marcelo Adams
Musicistas - Denise Fontoura e Deborah Finocchiaro
Músicas - Deborah Finocchiaro (com exceção de “Canção para Ana Terra”, de Laura Finocchiaro e “O Amor é” de Denise Fontoura)
Iluminação - Paulo Mauro e Leandro Roos Pires
Cenário - Vicente Saldanha e Companhia de Solos & Bem Acompanhados
Figurinos - Arlete Cunha e Companhia de Solos & Bem Acompanhados
Programação gráfica - Sandro Ka
Produção executiva - Daniela Lopes
Assistência de produção - Franciele Aguiar
Coordenação geral - Deborah Finocchiaro
Produção e Realização - Companhia de Solos & Bem Acompanhados

 

 

CRÍTICA

“... bela homenagem!...um trabalho criativo e interessante, na medida em que foge da interpretação canônica do autor, de certo modo renovando-o em sua leitura. ... Deborah Finocchiaro, sempre exuberante, visceral e profundamente emotiva e emocionante. A seu lado, estão Denise Fontoura e Elaine Regina, Leandro Roos Pires e Marcelo Adams, este em uma série de corporificações verdadeiramente tocantes. Denise Fontoura, com Deborah Finocchiaro, ainda se ocupa das interpretações vocais, alternando-se todos em diferentes instrumentos musicais, o que empresta ao trabalho uma variedade e uma atenção constante do espectador...o motivo pelo qual os artistas escolheram Erico para este trabalho: sua singular militância, não político-partidária, mas essencialmente humanística, que reconhece e assume a importância e o papel social do escritor, sobretudo em sociedades com grandes diferenças sociais... O cenário de Vicente Saldanha e da Companhia é inspirado e cria um belo clima logo na abertura da cena, enquanto os figurinos e adereços, pesquisados pelo grupo, atendem às necessidades da linha de encenação. ... o reconhecimento da importância de Erico e a qualidade do espetáculo. Junto as duas: é importante que Erico não seja esquecido. É fundamental que as novas gerações descubram e releiam Erico, sempre. Isso fará bem para todos nós...”
Antônio Hohlfeldt, Jornal do Comércio - Porto Alegre/RS - 25/01/2013

 

 

BREVES CURRÍCULOS

Deborah Finocchiaro
Bacharel em Interpretação Teatral pela Faculdade de Artes Cênicas da UFRGS. Atriz, diretora, locutora, apresentadora, roteirista, autora e produtora de espetáculos. Ao longo de sua carreira, recebeu 28 prêmios, entre eles 7 de melhor espetáculo, 18 de melhor atriz, 1 de melhor direção e 2 como Melhor Artista de Teatro.  Trabalha no teatro, cinema, televisão e rádio desde 1985.
Em 2006 criou a Companhia de Solos & Bem Acompanhados, e dela fazem parte os espetáculos que atua e dirige: Pois é Vizinha..., Sobre Anjos & Grilos - O Universo de Mario Quintana e Histórias de Um Canto do Mundo - Memórias de Porto Alegre e do Rio Grande do Sul. Seu mais recente projeto é o espetáculo Um Certo Capitão Verissimo.
Com seus trabalhos e oficinas,já percorreu vários estados brasileiros (RN, TO, PI, AP, MG, MA, SE, CE, DF, PB, PE, MS, GO, RJ, SP, PR, SC, RS) e Argentina.
Também integrou o elenco de Os Crimes da Rua do Arvoredo, direção de Camilo De Lélis (1999), Hamleto, direção de Luciano Alabarse (1994), Kaspar Hauser, direção de Oscar Simch (1986), Risco, Arisco e Corisco, direção de Roberto Oliveira (1988) e A Arca de Noé, direção de Zé Adão Barbosa (1991). No cinema, atuou em A Matadeira, direção de Jorge Furtado (1994) e Nossa Sra do Caravaggio, direção de Fábio Barreto (2004). Na televisão, nas minisséries da Rede Globo Incidente em Antares (1994), Comédia da Vida Privada (1997) e  A Casa das Sete Mulheres (2003) e os programas especiais da RBS TV Contos de Inverno, Na Trilha dos Farrapos (2001) e Histórias Curtas (2001, 2007, 2010, 2011 e 2012).
Desde 2009 assina a coluna de teatro na Rádio BandNews FM Porto Alegre - 99,3.

Paulo Mauro
Bacharel em Direção Teatral, Artes Cênicas e Licenciatura em Arte Dramática e Educação Artística – UFRGS e Mestre em educação - FACED/UFRGS. Trabalhou como Animador Cultural da Secretaria da Cultura do Estado do Rio Grande do sul, desenvolvendo atividades na área teatral na FEBEM, na FESC, na LBA, na FRACAB, em Centros Comunitários da periferia de Porto Alegre, no período de 1979 a 1983. Atua como professor e diretor teatral desde 1981, tendo lecionado em diversas instituições de Porto Alegre, dentre elas: Curso de Pós-Graduação em História das Artes, Fac. de Música Palestrina, POA/RS; Curso de Pós-Graduação em Lazer e Recreação da Escola Superior de Educação Física da UFRGS, POA/RS; (FESC) Fundação de Educação Social e Comunitária; Curso de Especialização em Alfabetização doGEEMPA-POA-RS; Sub-Secretaria de Cultura da SEC/RS e CODEC da Secretaria de Cultura nas seguintes cidades do Interior do Rio Grande do Sul: Caxias, Pelotas, Passo Fundo, Santa Maria, Bagé, São Borja, Veranópolis, Campo Bom, Carlos Barbosa, no período de 1985 a 1992. Também atuou como Assessor de Artes Cênicas da SMED (Sec. Municipal de Educação/POA) Programa de Atividades Alternativas e Complementares (PAAC) e Equipe Multidisciplinar e Assessor Cultural da Assessoria de Projetos Especiais (APE/DP/SEDUC) da Sec. de Educação do Estado do RS.

Marcelo Adams
Ator, diretor e professor da graduação em Teatro, Licenciatura na Universidade Estadual do Rio Grande do Sul (UERGS), Mestre em Letras - Teoria da Literatura, pela PUCRS e Bacharel em Artes Cênicas - Habilitação em Interpretação Teatral pela UFRGS. Entre seus diversos trabalhos, atua nos espetáculos: Artimanhas de Scapino, de Molière, direção de Margarida Leoni Peixoto (2012); Inimigos de Classe, de Nigel Williams, direção de Luciano Alabarse (2012); Ifigênia em Áulis + Agamenon, de Eurípides, direção de Luciano Alabarse (2011); Solos Trágicos, direção de Roberto Oliveira (2010); Górgias ou Discurso Sobre a Retórica, de Platão, direção de Luciano Alabarse (2009); Goela abaixo ou por que tu não bebes?, direção de Marcelo Adams.
Dirigiu as peças: Mães & Sogras, de Leandro Sarmatz (2010); Burgueses Pequenos, de Vaclav Havel (2007); Ópera i Pagliacci, libreto e partitura de Ruggero Leoncavallo (2005); Goela abaixo ou por que tu não bebes?, de Vaclav Havel (2005); Esperando Godot, de Samuel Beckett (2004); A Gramática, de Eugène Labiche (2004). Recebeu o Prêmio Açorianos de melhor ator em 2008 pelos espetáculos O médico à força e Édipo e em 2006 com o espetáculo O homem e a mancha.  Também atuou no cinema e na TV com: Cinco Maneiras de Fechar os Olhos (longa metragem), direção de Abel Roland, Amanda Copstein, Emiliano Cunha, Filipe Matzembacher e Gabriel Motta Ferreira (2012); A Última Estrada da Praia (longa metragem), direção de Fabiano de Souza (2011); Rocco (curta metragem), direção de Filipe Matzenbacher (2010); Quase um Tango... (longa metragem), direção de Sérgio Silva (2009); Palavra Roubada (curta metragem), direção de Mirela Kruel (2009); Noite de São João (longa metragem), direção de Sérgio Silva (2004).

Leandro Roos Pires
Atuou nos espetáculos Amor, Amor, (1992); Movimentos, (1993); O Despertar Da Primavera, e Arte e Brilho Nos Santos Reis, entre 1992 e 1995, todos com direção de Marco Aurélio.
A partir de 1994, começou a trabalhar como operador de luz com o espetáculo Bumba, de Graça Coutinho e Pedro Oliveira, com pré-estreia no teatro Rio Othon, RJ. Trabalhou ainda neste ano na elaboração e conclusão do sistema de luz da Casa de Cultura Eduardo Cabús Teatro Bibi Ferreira – Espaço Henfil no Rio de Janeiro.
Em 1995, da montagem Don Juan com Ney Latorraca e Betty Goffman, direção Gerald Thomas. Nos anos de 1995, 1996, 1997, 1998, 2007 e 2008, atuou como técnico de luz do Festival Porto Alegre Em Cena. Em 2004, fez a criação e operação de luz de Cinderela, direção de Nilton Filho; em 2007, fez a operação de luz de Rádio Esmeralda, e em 2009, participou da equipe técnica de iluminação do espetáculo Ópera Popular do Vinho.
Na área da música, atua desde 1994 na criação e operação de luz em espetáculos e gravações de DVD de artistas como Paralamas do Sucesso, Elba Ramalho, Frank Solari, Felipe Azevedo, Zé Caradípia, Bandas Ultra Men, Acústicos e Valvulados, Comunidade Nim-Jitsu, Formigos, Neto Fagundes, Tequila Baby e Kako Xavier, entre outros.
Desde 2011, trabalha como Operador de Luz e Responsável Técnico na Companhia de Solos & Bem Acompanhados, participando dos Espetáculos Pois é, Vizinha... e Sobre Anjos & Grilos – O Universo de Mario Quintana.

Elaine Regina
Atriz e bonequeira, com formação no TEPA-Teatro Escola Porto Alegre (1996).  Mestranda em “Reabilitação e Inclusão”, IPA. Graduação em Pedagogia/IPA (2009), durante o curso participou de Pesquisa com foco na deficiência visual. Especialização em Pedagogia da Arte/UFRGS- edição 2010. Monografia “A Arte e a Inclusão em EJA” com jovens em Situação de Rua, na Escola Porto Alegre - EPA. Focalizadora das Danças Circulares pelo Giraflor – Curitiba/PR, (2012). Atualmente, ministra as danças para grupo de adultos com esquizofrenia. Cursou Atendimento Educacional Especializado (AEE) pela Faders/2009, além de cursos nas áreas de deficiência mental, visual e surdez. Atualmente, cursando libras pela Rumo Norte (Porto Alegre).
Participou de cursos com os bonequeiros Cacá Sena, Paulo Balardim, Paulo Fontes, Cia Truks e Cia Pequod; com diretoras/atrizes Daniela Carmona, Deborah Finocchiaro, Jaqueline Pinzon e Liane Venturella; com as bailarinas Carla Vendramin, Sio Kronbauer e Patrícia Preiss. Participa de trabalhos com foco na área de saúde e assuntos tais como HIV, Crack, 3ª idade, com o Grupo dos Cinco (desde 2003), direção de Deborah Finocchiaro. É integrante da Cia de Solos & Bem Acompanhados. Faz parte do grupo de pesquisa em Teatro de Sombras para espetáculo com Cacá Sena e do grupo de “Sensibilização e criação musical para atores” com o músico Fabio Mentz.
Trabalha com teatro-empresa desenvolvendo oficinas de teatro, intervenções teatrais na SIPAT e Performance em eventos (GKN, Fitesa, Cereus, Cooplantio, Unimed).

Denise Fontoura
Tem carreira internacional como cantora e instrumentista. Dividiu o palco e estúdios com músicos importantes da cena nacional e internacional como Lionel Richie, Alegre Correa, Hermeto Pascoal, Ana Carolina, Renato Borguetti, Bebeto Alves, Toninho Horta, entre outros. De 1992 a 2010 residiu em Viena, onde aperfeiçoou seus estudos, trabalhou com 15 projetos regularmente (Jazz, MPB, Instrumental, Pop, Rock, Eletrônico, dança). Fez turnês por toda Europa e ingressou no PLAYNER CONSERVATÓRIUM para dar continuidade aos  estudos no saxofone alto.
Faz trilhas para cinema, publicidade e teatro. Participou de Shows, Cds e Dvds de vários artistas, entre eles Vagner Cunha, Antônio Villeroy, Renata Adegas, Juliano Barreto, Alexandre kramer e Guinha Ramires. É Solista da Orquestra de câmara do Teatro São Pedro e da Orquestra da Ulbra.

Daniela Lopes é Bacharel em Comunicação Social - Habilitação em Relações Públicas – FACCAT – Faculdades Integradas de Taquara. Desde 2007 atua na área de formatação, desenvolvimento e gestão de projetos culturais, prestando consultoria e assessoria acerca das Leis de Incentivo à Cultura (LIC e Rouanet), editais entre outros, para artistas, entidades privadas e do terceiro setor, tais como: Associação Recreativa Nada Chega; Signatores – Grupo de Pesquisa Teatral Surdos; Grupo Cerco; Açoriana – Associação de Cultura, Eventos e Promoções; MJ Produtora; Enzo y Rodrigo, dentre outros. Desde 2009 trabalha na produção executiva da Companhia de Solos & Bem Acompanhados da atriz e diretora Deborah Finocchiaro, nas quais desenvolve projetos e realiza a produção executiva dos espetáculos teatrais Sobre Anjos & Grilos – O Universo de Mario Quintana, Histórias de Um Canto do Mundo e Pois é, Vizinha...

 

 

NECESSIDADES TÉCNICAS
Dimensões do palco:
Altura: 8m / Largura: 10m / Profundidade: 8m

Iluminação:
O rider especificado abaixo é o ideal para um espaço com as medidas ideais. É importante frisar que esse rider pode ser adaptado dependendo das diferentes condições técnicas.
18 lâmpadas par 64 #5
20 PC 1000 W
05 elipsoidais ETC completos (36º)
24 canais de rack 4000 w/canal
01 mesa digital 24
01 máquina de fog

Sonorização:
01 mesa de som com 12 canais ou mais (preferência por consoles digitais)
02 Microfones SHURE SM58
01 Microfone sem fio
01 Direct Box
02 caixas de retorno (preferência: EAW222 ou similares)
01 CD PLAYER
Sistema de PA compatível com o local

Montagem:

Mínimo de 6 horas
Responsável técnico - Leandro Pires - Fone: 51 8140.1615 / leroospires@gmail.com

Transporte:
Dependendo da distância, transporte aéreo ou van ou ônibus particular para cenário e equipe de 08 pessoas (não incluindo motorista): 04 atores, 01 músico, 01 diretor/iluminador, 01 técnico de som, 01 produtor.

Estadia e alimentação:
Para 08 pessoas (não incluindo motorista)
Rooming list: 08 apartamento single (ideal) ou 04 duplos.

Todos os direitos reservados a Deborah Finocchiaro