Textos

Conheça os Homens que Falam


“Baker ainda não havia chegado ao Happy Hour. Estava no trânsito, encrencado com a rotina do dia, acelerando para chegar cedo no Happy Hour dos amigos. A cada movimento um suspiro... Oito horas da noite, apesar do horário de verão que ajudava na percepção de que seria cedo ainda, o Happy marcado para as 7 horas pelo Tony sempre parece cedo neste trânsito infernal de Barcelona.

Enquanto isto, o restaurante fervilhava de gente; loiras, morenas, velhos, senhoras... Tony e McFly sempre chegavam cedo, eram os primeiros, com raras exceções. McFly pegou uma mesa bem localizada, com vista para o mar, uma tábua de frios, um chopinho para cada um e deu início ao Happy.

McFly conta que comprou uma geladeira de cerveja. Mostrou a foto no celular. Geladeira abarrotada de cervejas para praia. Ele deve ter enlouquecido, pois tomar tudo aquilo... só para um batalhão de gente, mas os amigos e conhecidos não faltavam a ele.

McFly tinha idade pouco acima dos 50 anos, cabelo grisalho, olhar penetrante. Muito educado, ele sempre parecia estar numa boa. Vida rica e alegre. Seu Facebook sempre com eventos quase todos os dias. Fotos de família e fotos das atividades na sua praia preferida ao norte da Espanha. Lá ficava sua casa, muito bem construída, cheia de recursos para encontros com os amigos. Mesmo com tantas atividades, ele dedicava seu tempo a qualquer dia para um happy hour com este trio de amigos. As mulheres o olham e se realinham, arrumam o cabelo, na esperança que ele possa dar atenção... McFly sabe sua força, mas mantém a tranquilidade de quem sabe viver e conhecer as pessoas.

Outro cinquentão é o Tony. Dos três, é o mais instável profissionalmente, sempre buscando algo na profissão que não encontra dentro de si. Agora se vestindo com ternos e gravatas, pois voltou ao ramo de seguros em Barcelona. Com seus óculos de grau e o cabelo bem curto, passa uma credibilidade, que ajuda na vida executiva. Procura sempre marcar os encontros da turma, para não deixar passar muito tempo sem que se vejam. Tem muitas histórias para contar e diz procurar viver de forma simples e regrada. Tony dificilmente se atrasa ao encontro. Sonha com muitas coisas, mas a realização, às vezes, fica para um segundo plano. Gosta muito das histórias do Baker, McFly e dos amigos, e se diverte muito pensando: deve ser interessante viver tudo isto que eles contam. Dá muito valor aos amigos e gostaria de ajudá-los bastante, mesmo não sabendo ainda como.

Baker já com 50 anos, mas aparenta bem menos, talvez pelo cabelo escuro ainda predominar e o fato de não deixar a barba crescer para não trair a idade. Com roupas mais despojadas que num passado recente, procura empreender e sair das armadilhas executivas.

Com os três presentes no Happy Hour, as conversas começam de forma divertida e não usual...”


Baker
11/07/2017