artistasgauchos












Desenvolvido por:
msmidia

Literatura

Ninguém quer ficar sozinho
Celso Sisto


 


A imaginação da gente pode ir muito longe. Pode criar monstros, fantasmas, mudar tudo o que existe e inventar o que não existe.
A imaginação da gente pode inventar palavras, tentar nos convencer de que somos outra pessoa e até contar-nos as mais estranhas histórias, enquanto fazemos força pra pensar em outra coisa qualquer.

Não importa o caminho escolhido pela imaginação, o que importa é que ela seja cada vez maior e ocupe muito espaço na nossa fantasia, pra que a gente tenha pra onde correr na hora em que as coisas ficam sérias demais.

Pois bem, neste livro, somos informados da rotina de um urso que vive nos canos de um prédio. Subindo, descendo, nos horários mais variados. Pelos tubos de água quente, calefação, ar condicionado, tanto faz. Se o tubo é estreito, o pelo do urso serve como esfregão e limpa tudo. Se o tubo é largo, a correria do urso é só felicidade. Mas será que os moradores do prédio sabem da existência desse urso que vive escondido? Às vezes ele quase se deixa ver: enfia uma pata pela torneira, solta um grunhido na tubulação de gás, mete o nariz numa bica que ficou aberta, desliza fazendo barulho e provocando reclamações dos moradores. Mas o urso também se alegra com as noites de lua, quando é mais rápido do que nunca e atinge a chaminé num segundo. Lá em cima, ele adora tomar banho na caixa d’água e lavar o rosto com as patas. Mas acho mesmo que o que esse urso mais gosta é de espiar a solidão dos homens, para poder dar-lhes uma lambida no nariz, fazer-lhes uma carícia na bochecha... e depois... e depois...

Este não é um livro tradicional. Na realidade nem conta uma história. Conta uma série de ações praticadas por um urso que vive numa tubulação. E isso basta!

O texto é leve, divertido, ritmado, pensante, borbulhante, instigante e delirante. Imaginem vocês: o urso é vermelho, o prédio tem um estilo francês e as ilustrações são um show! Ah, e há um gato preto que ronda todos os passos do urso! E um ratinho enxerido!
O livro é amplo, as páginas têm cores fortes e bem contrastantes, os personagens são engraçados e beiram à caricatura. Tudo no tom exato!
É bom saber que esse texto é de um dos escritores mais festejados da literatura mundial: Júlio Cortázar. O texto não foi escrito para o leitor infantil e faz parte de um livro que foi publicado para adultos, que se chama “Histórias de cronópios e de famas”. Mas, aqui, com o texto dividido em pequenos blocos e com o tratamento dado, com o diálogo das ilustrações, ele se tornou um objeto fascinante e desejável. Esse novo direcionamento do texto tem a companhia do artista plástico espanho, Emilio Urberuaga e a tradução para o português de um grande e premiado escritor, chamado Leo Cunha. Tudo muito bem cuidado!

Esse delírio próprio do escritor, abrindo caminho através do fantástico, já poderia mesmo ter sido oferecido às crianças, de todas as idades! Quem é que vai resistir?


CORTÁZAR, Julio. Discurso do urso. Trad. Leo Cunha. Ilustrações de Emilio Urberuaga. Rio de Janeiro, Galerinha Record, 2009. 28 pp.


03/06/2010

Compartilhe

 

Comentários:

Amei o texto estou louca para ler a história.
Abraços
adriana veiga, Cachoeirinha-RS 10/06/2010 - 14:30

Envie seu comentário

Preencha os campos abaixo.

Nome :
E-mail :
Cidade/UF:
Mensagem:
Verificação: Repita os caracteres "481110" no campo ao lado.
 
  

 

  Celso Sisto

Celso Sisto é escritor, ilustrador, contador de histórias do grupo Morandubetá (RJ), ator, arte-educador, especialista em literatura infantil e juvenil, pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), Mestre em Literatura Brasileira, pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), Doutor em Teoria da Literatura, pela Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUC-RS) e crítico literário de várias colunas dedicadas à literatura infantil e juvenil, na mídia impressa e on line.

csisto@hotmail.com
www.celsosisto.com/
twitter.com/celsosisto


Colunas de Celso Sisto:


Os comentários são publicados no portal da forma como foram enviados em respeito
ao usuário, não responsabilizando-se o AG ou o autor pelo teor dos comentários
nem pela sua correção linguística.


Copyright © msmidia.com







Cursos em Porto Alegre

Cursos de Escrita

Cursos para escritores

Confira cursos e oficinas exclusivos feitos especialmente para escritores ou aspirantes a escritores.

Mais informações


Cursos de Escrita

Oficinas literárias

Oficinas de criação literária e escrita criativa em Porto Alegre.

Mais informações

 


Livros em destaque

O Guardião da
Chave Dourada

Airton Ortiz

Fundamentos à prática de revisão de textos

A Fantástica Jornada do Escritor no Brasil

 

compre nossos livros na