artistasgauchos









Desenvolvido por:
msmidia

Literatura

Versos Bordados
Celso Sisto

COELHO, Ronaldo Simões.Bichos. Desenhos de Angela Lago. Belo Horizonte, Ed. Aletria, 2009.  48p.
 

Os seres pequeninos, muitas vezes encantam-nos pela delicadeza. Um bater de asas, um piado inesperado, uma cor indefinível. Seja lá qual for o motivo da atração, a poesia que brota daí, é capaz de infundir no leitor o desejo das coisas diminutas, cheias de significados, cheias de explosão!

Pois então! Neste livro de poemas o universo é o da pequena natureza: minhoca, aranha, formigas, borboletas, caramujos, gafanhoto, besouro, tiú, galinha, abelha, beija-flor, morcego, caxinguelê, tico-tico, mariposa, sapos, pererecas, tatu, pica-pau, lagartixa e grilos. São esses os seres que povoam este livro. Ah, tem ainda as jabuticabeiras, convertidas em ser sonoro, quando as jabuticabas perfumadas recebem a visita dos pássaros.

É por essa natureza quase em miniatura, que passeiam os olhos do poeta. Para olhar de um outro jeito, jeito especial - o jeito da minúcia -, a poesia escondida no detalhe, no movimento, no olhar novo. A poesia, então, depende muito do olhar de quem olha! É sua maneira de “fotografar” o instante que converte esse instante em coisa bonita para se ficar remoendo na memória e chacoalhando como guiso de palavras. Aí, nasce o poema. Ou ele já nasce antes, lá no primeiro olhar? E fica sendo “engravidado”, até nascer em palavras?

No mundo dessas pequenas criaturas, reunidas no livro de Ronaldo Simões Coelho, a delicadeza é o elemento mais importante. E essa beleza frágil atinge o seu máximo no poema da aranha, quando o “eu” do poeta diz: “Eu vi uma aranha/Admirando/O pano de mesa/Feito de crochê/Por minha avó.// Minha avó/Tinha contado/Ter aprendido/A bordar com as aranhas.//Eu era tão bobo/Que não acreditei,//Agora eu sei”.

Mas, a poesia é também o exercício de dizer muito com pouco, como no poema da borboleta: “As borboletas/Enfeitam/O dia/Como se fossem/Flores Voadoras”.

Mas se a poesia é jogo de palavra, é ritmo e concretização através da subversão dos sentidos, também é lugar para o humor, como no poema: “O pica-pau/É muito imponente,/Elegante/E corajoso./Se põe em frente/Da árvore gigante/E faz cócegas nela”.

Nenhum poema tem título, nenhuma página tem número, mas tudo parece extremamente ligado e rebordado pelas ilustrações de Angela Lago. Os desenhos exploram o pincel digital do computador. São trabalhados com riscos, pinceladas, manchas, borrões de modo a produzirem mesmo essa sensação de coisa feita quase que por uma bordadeira, na ponta da agulha, com a destreza de quem maneja linhas e pontos durante toda uma vida!

Os dois, Ronaldo e Angela já foram parceiros em outros livros e agora, assinam mais esse, que já acumula prêmios (FNLIJ, FBN, Prefeitura de BH). Agora, mais esse, que em tons pastéis, brinca com as cores matinais e crepusculares de um olhar inchado de poesia.


20/04/2011

Compartilhe

 

Comentários:

Prezado Celso: lindo o seu texto, tao poetico e delicado. Fiz copias para filhos, amigos e para a Angela. Obrigado. um abraço. Ronaldo.
ronaldo simoes coelho, belo horizonte mg 20/07/2011 - 09:20
Querido Celso:
Esteja bem, nós com saudade, com um baú de lembranças agradáveis.
Bela resenha dos Versos Bordados água limpa nas corredeiras do dia-a-dia.
Ab., Cláudio
cláudio brasil, porto alegre rs 27/04/2011 - 20:36

Envie seu comentário

Preencha os campos abaixo.

Nome :
E-mail :
Cidade/UF:
Mensagem:
Verificação: Repita os caracteres "161205" no campo ao lado.
 
  

 

  Celso Sisto

Celso Sisto é escritor, ilustrador, contador de histórias do grupo Morandubetá (RJ), ator, arte-educador, especialista em literatura infantil e juvenil, pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), Mestre em Literatura Brasileira, pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), Doutor em Teoria da Literatura, pela Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUC-RS) e crítico literário de várias colunas dedicadas à literatura infantil e juvenil, na mídia impressa e on line.

csisto@hotmail.com
www.celsosisto.com/
twitter.com/celsosisto


Colunas de Celso Sisto:


Os comentários são publicados no portal da forma como foram enviados em respeito
ao usuário, não responsabilizando-se o AG ou o autor pelo teor dos comentários
nem pela sua correção linguística.


Copyright © msmidia.com







Cursos em Porto Alegre

Cursos de Escrita

Cursos para escritores

Confira cursos e oficinas exclusivos feitos especialmente para escritores ou aspirantes a escritores.

Mais informações


Cursos de Escrita

Oficinas literárias

Oficinas de criação literária e escrita criativa em Porto Alegre.

Mais informações

 


Apoio Cultural