artistasgauchos









Desenvolvido por:
msmidia

Literatura

Medo de arrepiar!
Celso Sisto

MUNDURUKU, Daniel. A caveira-rolante, a mulher-lesma e outras histórias indígenas de assustar. Ilustrações de Maurício Negro. São Paulo, Global, 2010. 48p.

São várias as reações para o medo intenso: suar frio, gritar, correr, ficar pálido, e até mesmo não conseguir sair do lugar. Não importa. O que sabemos é que sentir medo também é um treino. E é bom! Porque exercita a nossa humanidade.

Esse livro de Daniel Munduruku tem essa finalidade: apresentar um painel de como alguns povos indígenas lidam com o perigo, com os desafios impostos pela natureza, com o alerta derivado da sabedoria dos mais velhos, para que aprendamos que não somos donos de nada.

Não é um livro para amedrontar. É para ensinar. É para nos ajudar a entendermos o nosso lugar no mundo. Para compreendermos a necessidade constante de equilíbrio entre as forças do bem e do mal, que sempre existiram e existirão. Mesmo que não queiramos!

Os textos são curtos, simples, diretos. Aqui estão as seguintes histórias: “Os caçadores e o ente arranca-olho”; “O ente de olhos postiços”; “Kanoé – a história do morcego”; “A mulher-lesma”; “A caveira-rolante”; “As amantes feiticeiras”. Cada uma delas explora algo monstruoso ou sobrenatural. Há quase sempre uma metamorfose e as situações põem à prova a força e a coragem humanas.  Mas também trazem a alegria da auto-confiança, da resistência, da valentia, da vitória enfim.
São histórias dos índios Tukano (noroeste do Amazonas), Ajuru (Rondônia), Macurap (Rondônia), Tembé (Pará e Maranhão) e Karajá (Tocantins, Goiás, Mato Grosso e Pará). São mitos (histórias que explicam a criação de algo, que pode ser também o mundo) e muitas estão ligadas a ritos (cerimônias de passagem de uma condição à outra).

Há uma fluência melódica própria da oralidade e uma riqueza vocabular nos textos que nos colocam em contato com palavras saborosas como: folha de tururi, Tru Brã, gongo de ouricuri, nhaçã rekã e muitas outras, para não esquecermos que esses povos também formam a cultura brasileira. E que os vestígios estão no nosso vocabulário, na culinária, no nome dos lugares, nas danças, cantigas, brincadeiras.

No final do livro há um pequeno texto com informações dos povos retratados no livro, além de indicações de sites sobre os povos indígenas e uma bibliografia de consulta.
Munduruku é a voz mais constante e conhecida dos escritores indígenas na literatura infanto-juvenil brasileira, com uma série de prêmios no Brasil e no Exterior.

Maurício Negro é ilustrador dos mais criativos, e nesse livro, além de explorar pirogravuras (desenhos feitos a fogo) colorizadas, usa ainda outras texturas e elementos naturais como grãos, folhas, fibras, palhas, etc. O resultado é fantástico!


01/08/2012

Compartilhe

 

Comentários:

gostei do seu livro que alegria e do livro coco do cavalo bandido
Adrian Moises, sao leopoldo rs' 01/11/2012 - 09:10
oi como vai vc gostei de um dos seus livros -coco do cavalo bandido
Anderson Matheus, sao leopoldo rs 01/11/2012 - 09:09
é legal ter um escritor como vc
Anderson Adrian, sao leopoldo rs 01/11/2012 - 09:03

Envie seu comentário

Preencha os campos abaixo.

Nome :
E-mail :
Cidade/UF:
Mensagem:
Verificação: Repita os caracteres "041808" no campo ao lado.
 
  

 

  Celso Sisto

Celso Sisto é escritor, ilustrador, contador de histórias do grupo Morandubetá (RJ), ator, arte-educador, especialista em literatura infantil e juvenil, pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), Mestre em Literatura Brasileira, pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), Doutor em Teoria da Literatura, pela Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUC-RS) e crítico literário de várias colunas dedicadas à literatura infantil e juvenil, na mídia impressa e on line.

csisto@hotmail.com
www.celsosisto.com/
twitter.com/celsosisto


Colunas de Celso Sisto:


Os comentários são publicados no portal da forma como foram enviados em respeito
ao usuário, não responsabilizando-se o AG ou o autor pelo teor dos comentários
nem pela sua correção linguística.


Copyright © msmidia.com







Cursos em Porto Alegre

Cursos de Escrita

Cursos para escritores

Confira cursos e oficinas exclusivos feitos especialmente para escritores ou aspirantes a escritores.

Mais informações


Cursos de Escrita

Oficinas literárias

Oficinas de criação literária e escrita criativa em Porto Alegre.

Mais informações

 


Apoio Cultural