artistasgauchos









Desenvolvido por:
msmidia

Literatura

A importância de guardar
Celso Sisto

BRITO, Alexandre. Museu desmiolado. Ilustrações de Graça Lima. Porto Alegre, Editora Projeto, 2011. 48p.

Tem tanta coisa que é preciso guardar! E tem tanto lugar para guardar as coisas, que nem sabemos direito: guardamos no coração, na pele, no fundo do olhar, na ponta dos dedos, no gosto da boca, etc. Então somos feitos de vários museus, ambulantes, com certeza!

Pois esse livro amalucado, do Alexandre Brito, tratou de inventar primeiro uma explicação para a palavra “museu” (que é o lugar sem pressa), depois um monte de outros museus, para guardar coisas que se podem tocar ou ver (como o museu do vento, o museu do assobio, etc.) e coisas que só se podem sentir (como o museu do silêncio, o museu da solidão e o museu do chulé). Mas há também aqueles museus que fazem valer as coleções (como o museu do botão e o museu dos relógios parados). E já que cada vez tem mais gente no mundo e menos espaço físico, talvez o melhor mesmo seja a gente ir treinando para guardar as coisas na imaginação. Talvez, por isso, haja no livro, museus mais imaginativos, como o museu das palavras esquecidas e o museu do fim do mundo.

O autor começa avisando logo que os museus não precisam ser de coisas conhecidas ou certinhas, e manda de imediato “o museu desmiolado”, pra gente entender de cara que sua poesia é brinquedo, é musicalidade, é inversão, é criação do inesperado, é jogo. Nos 21 poemas do livro o autor anuncia que seu fazer poético é só um jeito de encontrar a palavra mais adequada pra caber no espaço amplo da imaginação, com um fio musical invisível, que vai atando tudo!

A idéia geral do livro (coisa típica dos museus, como classificar e catalogar) é desconstruída e reconstruída todo o tempo. O tom maior é o da brincadeira, do divertimento. Mas também pode ser serio e comportado quando diz que o museu da solidão nem é sólido, nem é líquido, é íntimo. Bonito demais!

Graça Lima se renova a cada obra que ilustra. Neste livro, em especial, mistura de forma brilhante, colagens, texturas, desenhos com guache, tinta pva e acrílica, planos, sombras, saídas inesperadas, prolongamentos fantásticos, finalizados com lápis de cor. E tudo tem movimento. E tudo ganha outra dimensão de beleza: no contraste das cores, nos claros e escuros, na mistura do velho e do novo. É admirável sua destreza na criação de personagens, que são únicos e divertidos; fortes e altamente expressivos.

Alexandre, que é músico, letrista, integrante da banda PoETS, é de mãos dadas com Graça Lima, um meninão, cheio de surpresas, em seu segundo livro pela editora Projeto! A maior de todas as surpresas é aproveitar o convite do autor, para afiar os sentidos, exercitar a pulsação da língua viva, no processo de formação e desintegração das palavras.

O que fica escorrendo em lindeza desse livro é a possibilidade da memória de cada um ser o maior museu do mundo. E o mais bonito, é claro!


01/10/2012

Compartilhe

 

Comentários:

EU ANDRESINHA GOSTE MUITO DO LIVRO. ASS ANDRESINHA. CELSO.
ANDRESINHA DE OLIVEIRA, SÃO LEO RS 01/11/2012 - 09:20
EU ADORO ESSE LIVRO PORQUE ELE É MUITO INTERESANTE.ASS. ANDERSON
Anderson, SÃO LEO RS 01/11/2012 - 09:15

Envie seu comentário

Preencha os campos abaixo.

Nome :
E-mail :
Cidade/UF:
Mensagem:
Verificação: Repita os caracteres "411508" no campo ao lado.
 
  

 

  Celso Sisto

Celso Sisto é escritor, ilustrador, contador de histórias do grupo Morandubetá (RJ), ator, arte-educador, especialista em literatura infantil e juvenil, pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), Mestre em Literatura Brasileira, pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), Doutor em Teoria da Literatura, pela Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUC-RS) e crítico literário de várias colunas dedicadas à literatura infantil e juvenil, na mídia impressa e on line.

csisto@hotmail.com
www.celsosisto.com/
twitter.com/celsosisto


Colunas de Celso Sisto:


Os comentários são publicados no portal da forma como foram enviados em respeito
ao usuário, não responsabilizando-se o AG ou o autor pelo teor dos comentários
nem pela sua correção linguística.


Copyright © msmidia.com







Cursos em Porto Alegre

Cursos de Escrita

Cursos para escritores

Confira cursos e oficinas exclusivos feitos especialmente para escritores ou aspirantes a escritores.

Mais informações


Cursos de Escrita

Oficinas literárias

Oficinas de criação literária e escrita criativa em Porto Alegre.

Mais informações

 


Apoio Cultural