artistasgauchos












Desenvolvido por:
msmidia

Opinião

Enquanto a mula empaca, vá emburricando
Claudio Troian

O resultado da pesquisa só confirma o que se têm visto de alguns anos para cá: o paulatino esmorecimento nos processos públicos de fomento à cultura. Parece-me que isto nos aprisiona a todos em um círculo vicioso, em que a ausência de consubstanciação estratégica e financeira para custeio e sustentação da produção cultural acaba nivelando tudo por baixo, clara demonstração de que quanto mais a mula empaca, mais burra fica.

Políticas públicas viabilizam produtos culturais originais, tornando-os acessíveis à população. Na contramão, produções independentes de alto custo estrutural tendem a limitar-se aos ambientes em que o público paga, no ato e em espécie, o custo e o lucro deste mesmo produto. Mais caro o acesso, menor o contingente de público.

Moral da história: quanto mais baixo o nível da produção cultural, piores serão os referenciais da idéia de mundo das pessoas. E vivemos no meio disso! Conhecemos o tamanho da média das platéias das nossas casas de espetáculos. E continua diminuindo... é dramático.

Quando penso no adágio neofascista de que quanto mais burro, melhor será dominado, sinto arrepios. Isso, meus prezados, em plena era da infovia e com toda a sofisticação dos serviços no terceiro setor.

Estará a turma dos gabinetes distraída com contas coloridas e espelhinhos da china? Ou tramando algum jeito novo de se distrair, por pura distração?

Tocar o ordinário sem atentar para a urgência do agora é deixar-se ficar na estação, sem destino nem bilhete. Reinventar o novo dia ainda ao amanhecer, isso gera a estratégia de enfrentamentos com o mundo. O regozijo virá depois. Por hora, é preciso trabalhar, convocar, discutir, sugerir, promover, sustentar. Isto se faz com visão e vontade política. E não me venham com balelas de que “no hay platas”.

O que estará faltando ao pessoal da casa do povo? Ou será que o povo está com pessoal errado na casa? Ou quem sabe o povo perdeu a casa, mas (estrategicamente, claro) não foi avisado?

Se não podemos contar com políticas culturais adequadas às reais demandas de nosso povo e nossa história, devemos ficar atentos; corremos o risco de perder o trem da história. Ops, alguém também ouviu um apito distante?

Produtor Cultural
Caxias do Sul


24/12/2007

Compartilhe

 

Comentários:

Envie seu comentário

Preencha os campos abaixo.

Nome :
E-mail :
Cidade/UF:
Mensagem:
Verificação: Repita os caracteres "213407" no campo ao lado.
 
  

 

  Resenhas

As resenhas pubicadas no portal Artistas Gaúchos são de inteira responsabilidade dos articulistas. Se você deseja enviar um texto, entre em contato com o editor do portal. Não é necessário estar cadastrado no portal para enviar resenhas e a veiculação ou não é uma escolha editorial.

editor@artistasgauchos.com.br


Colunas de Resenhas:


Os comentários são publicados no portal da forma como foram enviados em respeito
ao usuário, não responsabilizando-se o AG ou o autor pelo teor dos comentários
nem pela sua correção linguística.


Copyright © msmidia.com







Cursos em Porto Alegre

Cursos de Escrita

Cursos para escritores

Confira cursos e oficinas exclusivos feitos especialmente para escritores ou aspirantes a escritores.

Mais informações


Cursos de Escrita

Oficinas literárias

Oficinas de criação literária e escrita criativa em Porto Alegre.

Mais informações

 


Livros em destaque

O Guardião da
Chave Dourada

Airton Ortiz

Fundamentos à prática de revisão de textos

A Fantástica Jornada do Escritor no Brasil

 

compre nossos livros na