artistasgauchos












Desenvolvido por:
msmidia

FESTIPOA

Uma festa que vai mudar a literatura gaúcha
Leandro Malósi Dóro


Debates entre público e escritores. Conversas em bares, restaurantes e cafés. Troca de livros. Troca de idéias. Esses foram os resultados da Festa Literária de Porto Alegre. Porém o maior presente foi uma frase: "A FestiPoaLiterária é um marco na literatura gaúcha". Esse presságio foi feito pelo escritor, doutor em Letras Luis Antônio Assis Brasil, durante mesa com Donaldo Schüller, mediada pelo poeta Ricardo Silvestrin.

Creio nesse rumo para a FestiPoaLiterária. Essa é a primeira festa literária realizada na cidade. Difere da Feira do Livro, que tem como principal objetivo a venda de livros. A Festa reuniu oficialmente mais de 50 escritores, além de músicos e demais autores que assistiram os debates ou participaram de saraus e confraternizações.

As proporções desse encontro foram ideais, para uma primeira festa. Em cada debate havia cerca de 60 participantes. Em alguns, como o dos novos autores, houve discussão acirrada. Em outros, como o em memória a Paulo Hecker Filho, respeito e lembranças.

Em todas as mesas, foi enfatizado o cerne do trabalho do autor — idéias e textos —, mais que sua biografia. Os jantares e noites em bar serviram para os escritores conhecerem-se melhor, trocarem impressões sobre suas obras e saberem das demais atividades literárias no país.

Continuar com essa festa, agora, é o principal objetivo. Os encontros de escritores acontecem, no país, desde os anos 70. Autores como Ignácio Loyola Brandão e Deonísio da Silva, viajavam o país apresentando seu trabalho. Em 1980, a professora Tânia Rösing concretizou um projeto do escritor e jornalista Josué Guimarães: criar uma Jornada Nacional de Literatura, que ocorre a cada biênio em Passo Fundo (RS). Reúne, a cada encontro, cerca de 15 mil pessoas. Em 2003, foi lançada a Festa Literária de Parati. Pela proximidade com as capitais paulista e carioca, atrai milhares de pessoas que querem assistir autores, comprar livros ou simplesmente sentir o ambiente literário ao seu redor.

A FLIP resultou em dezenas de outras festas, que ocorrem em diversas capitais. Porto Alegre nunca teve sua festa literária. Talvez porque se sentia suprida com a Jornada Nacional de Literatura e a Feira do Livro. Porém a Festa proporciona um ambiente de debate entre autores e público que difere das demais atividades literárias já existentes. Existe formalidade, em algumas mesas, mas também a troca de idéias direta. E isso é a essência da FestiPoaLiterária.

Para o evento se consolidar, é preciso que compareçam os acadêmicos dos diversos cursos de Ciências Humanas: Letras, História, Geografia, Jornalismo e outros. Eles devem colaborar na organização do evento e assistir as palestras. Os professores dessas instituições de ensino precisam conhecer os organizadores da FestiPoaLiterária e, desde já, planejar a próximo, em março de 2009.

Indicar, aos seus alunos, livros dos autores que irão participar da próxima Festa, para que possam travar debates mais consistentes.

Novos patrocinadores precisam ser prospectados e mais autores selecionados. Criar mesas com professores de história, jornalismo e letras. Ampliar as oficinas com autores e, no futuro, quando a Festa estiver consolidada, convidar as crianças. Essa, aliás, seria uma grande meta para a FestiPoaLiterária: crianças de todas as escolas da Região Metropolitana de Porto Alegre lendo os livros dos autores presentes e depois os conhecendo pessoalmente.

Mas esses são sonhos ou ideais, como preferirem. Porém o futuro está aí, aguardando iniciativas desses sonhadores que habitam, nesse momento, a terra.

07/04/2008

Compartilhe

 

Comentários:

Envie seu comentário

Preencha os campos abaixo.

Nome :
E-mail :
Cidade/UF:
Mensagem:
Verificação: Repita os caracteres "345503" no campo ao lado.
 
  

 

  Resenhas

As resenhas pubicadas no portal Artistas Gaúchos são de inteira responsabilidade dos articulistas. Se você deseja enviar um texto, entre em contato com o editor do portal. Não é necessário estar cadastrado no portal para enviar resenhas e a veiculação ou não é uma escolha editorial.

editor@artistasgauchos.com.br


Colunas de Resenhas:


Os comentários são publicados no portal da forma como foram enviados em respeito
ao usuário, não responsabilizando-se o AG ou o autor pelo teor dos comentários
nem pela sua correção linguística.


Copyright © msmidia.com







Cursos em Porto Alegre

Cursos de Escrita

Cursos para escritores

Confira cursos e oficinas exclusivos feitos especialmente para escritores ou aspirantes a escritores.

Mais informações


Cursos de Escrita

Oficinas literárias

Oficinas de criação literária e escrita criativa em Porto Alegre.

Mais informações

 


Livros em destaque

O Guardião da
Chave Dourada

Airton Ortiz

Fundamentos à prática de revisão de textos

A Fantástica Jornada do Escritor no Brasil

 

compre nossos livros na